09 agosto 2017

EU VOU MORAR NA POLÔNIA

poloniaEntão vamos lá falar do segredo que tenho guardado de vocês faz algum tempo. Algumas pessoas mais próximas já sabiam outras não. 

La estava eu de agosto de 2016, lindo e feliz morando em um apartamento enorme no centro de Curitiba. A vida estava bem boa, não que agora não esteja, eu estava trabalhando muito bem, conseguindo me bancar e tudo mais.

Estava em um dia normal de trabalho, eu acho que era quinta feira, não me lembro ao certo, havia começado um burburinho na empresa dizendo que talvez o meu trabalho fosse mudar para outro lugar, mas que isso só seria no outro ano, por conta de tempo e tudo mais.

Passaram-se mais algumas semanas e logo meu chefe saiu e tudo começou a mudar. Pessoas tinham novos cargos e o ambiente do trabalho começou a ficar cada vez mais confuso, onde todos se perguntavam, “eai o que vai acontecer”.

Passou-se mais uma semana e já estávamos em Setembro. Foi marcada uma reunião com todos em 2 grupos, eu fiquei de ir no segundo. Nessa reunião descobrimos que “até 30 de novembro, vocês tem emprego, após isso não sabemos o que vai acontecer”.

Essa foi à frase que me amedrontou durante umas duas semanas, que foram regadas de choros e vinhos. Acho que nunca bebi tanto vinho assim, como bebi nessa semana.

Eu sentia eram apenas medo e insegurança, eu não sabia o que ia vir daqui para frente, tinha acabado de alugar um apartamento incrível, o que eu ia fazer? E se não tivesse mais emprego? Iria voltar para Cajati? Oh meu Deus!!!.

Durante essas semanas, era meio complicado falar com o pessoal do escritório para pedir conselho ou até mesmo desabafar, pois estavam todos no mesmo barco.

No final da segunda semana, recebemos a noticia “Olha, estão com dificuldades de encontrar pessoas que falem português na Polônia, então possivelmente abrirão algumas vagas”.

Nesse momento meus pensamentos foram a mil, muitas coisas se passaram na minha cabeça e milhões de novas possibilidades.Com certeza, eu tive que me inscrever, já que né. Ficar aqui não era uma opção, pois eu amo meu trabalho e seria muito interessante trabalhar em outro pais, mas fazendo ainda o que eu faço.

Durante essa semana eu trabalhei de casa, por conta de uma greve geral. Passei mal durante a semana toda, por conta da minha ansiedade, já que eu ia ter que fazer uma entrevista via Skype e com webcam.

É diferente você falar por telefone sem ver a pessoa e ai ligar a webcam e ver a expressão dela, por sinal eu gravei uma parte bem pequena, estava bem incomodado com a roupa e com aquele momento, mas mesmo quase morrendo de ansidade tudo deu certo. Um ponto bem positivo que me foi avaliado foi. “Da para ver que você gosta do seu trabalho, porque você fala dele sorrindo.”, nessa hora fiquei roxo de vergonha.

Mas enfim, duraram mais semanas e só no fim de outubro, recebi a noticia. Parabéns, você foi selecionado.
Foi um mix de tanta emoção. Eu chorei pelo telefone com a minha chefe e gritei bem alto de tanta alegria. Sabe aquele momento que bate em você dizendo TUDO VALEU A PENA. Todo aquele tempo fazendo inglês, me dedicando ao trabalho e tudo mais. 

Passaram mais alguns dias e comecei a saber, quem havia sido selecionado e quais seriam os próximo passos.

Para dizer a verdade foi bem complicado o nosso processo, infelizmente essa ia ser a primeira vez que a nossa empresa, enviava seus colaboradores para a Polônia. Então por conta disso haviam muitas coisas que tínhamos quer fazer, mas não sabíamos como e com quem falar, eu trabalho para HCL Brasil, mas a empresa é da Índia, então por conta do horário as informações levavam quase 24 horas para serem confirmas entre os três polos. Brazil, Polônia e Índia.

Além de todo processo para ir para Polônia, nós também tínhamos que preencher um processo interno dentro da própria HCL, que também era um pouco complicado, por não sabermos aonde ir ou o que fazer, confesso que no inicio estávamos mais perdidos que cegos em tiroteio.

No inicio iriamos em Dezembro, rolou que não rolou, que nem havíamos recebido a nossa Offer Letter nessa data.

Chegou então Janeiro de 2017, sabíamos que quase certeza eu iria no final de Fevereiro, foi então uma correria, para devolver apartamento, encontrar uma pessoa que ficasse com ele, fazer uma transferência e tal, além disso, ouve um plus que foi uma grande decepção no meu coraçãozinho.

Chegando nessa data, meio que foi o basta daqui e o grande desejo de ir logo, pois aconteceram tantas coisas em um background da vida pessoal, que eu fiquei muito decepcionado, então o que eu mais queria era ir e fazer um reset da vida.

Infelizmente não foi como eu pensei. Acabei voltando para Cajati, não que isso também seja uma coisa ruim, mas né, já faziam dois anos que estava em Curitiba, então meio que já estava bem acostumado e tinha minha rotina.

Voltar a Cajati, por esse longo período me fez pensar em muitas coisas e uma delas é uma amizade sincera. Posso contar em meus dedos quantos amigos realmente eu tenho lá. Também me fez pensar que quantas pessoas são interesseiras, ao ponto de se aproximar de você, para querer algo. Mas enfim, isso não é assunto para agora.

Finalmente em Abril começou e realmente todo o processo havia sido iniciado. Após passamos por alguns estresses e tudo mais, tudo começou a se encaminhar, os documentos começaram a serem enviados para que o Work Permit fosse gerado, esse documento que é feito na Polônia.

Na verdade ficamos todo esse tempo preenchendo vários formulários por conta do Work Permit. Por conta de um erros sistêmicos o meu foi o último a ser gerado, fazendo com que atrasasse todo o meu processo e também sendo o último a ir. A não falei, mas vamos em cinco, Tami, na verdade já está lá. Marina, Camilo e Ana vão agora essa semana e eu vou no inicio de Setembro.

Na semana passada, eu vim a Curitiba fazer o meu visto. Depois de todo esse tempo, estar com o visto em mãos é a coisa MAIS prazerosa, pois saiu um grande peso das minhas costas.

Jpeg
Então, basicamente foi esse o meu processo, muitas dores de cabeça, muito choros, alguns arrependimentos durante essa fase, outros choros, muitas perguntas das pessoas, que é super normal. Mas agora é certo. Polônia querida, já to chegando:D.

Caso você que tenha lido esse texto até o final, primeiro deixe um comentário rsrs, depois eu espero que você tenha paciência, pois o processo é demorado e estressante. Então vai com calma tudo vai dar certo e tudo tem o seu tempo.

A partir de setembro será uma vida nova com um conteúdo novo e espero muito que você ai do outro lado goste.Quero também agradecer o pessoal tanto daqui quanto da Polônia, pelo suporte todo e quando a paciência. Obrigado Ruffino e Brito :)

Espero que você fique bem, um beijos e tchau





























Um comentário:

Obrigado por comentar no blog, volte sempre :).

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que deseja e precione enter para pesquisar ! ♥